Pesca de camarão e lagosta será proibida a partir de 1º de novembro devido a contaminação do Nordeste

Nesta terça-feira (29) foi publicada pelo governo uma instrução normativa, que será estabelecido de forma excepcional um período pra que seja feita uma restrição sobre a pesca de camarão e lagosta, este período é chamado de ‘defeso’.

A medida foi adotada devido a uma provável contaminação da água devido ao derramamento de óleo, que acabou motivando o surgimento das manchas de óleo no litoral do Nordeste. Desde o dia 30 de agosto mais de 200 lugares passam a ser atingidos pelas manchas em questão.

A restrição que foi determinada é para a pesca de camarões branco, rosa, sete-barbas e as lagostas vermelha e verde, e agora inclui a divisa entre os estados do PE e AL, e também as divisas dos municípios de Camaçari na Bahia e Mata de São João, durante o mês de novembro inteiro.

De novembro até o final de dezembro a pesca de camarão rosa, branco e sete-barbas estará restrita na divisa entre BA e ES e também na divisa do PI com CE. Além disso, esta atividade também passará a ser restrita entre Camaçari e Mata de São João.

O governo havia anunciado a uma semana atrás que pagaria uma parcela do seguro defeso dos pescadores artesanais do mês do novembro, devido ao fato de que suas atividades foram prejudicadas pelo óleo derramado.